Seguidores

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

O DIVINO “ESCULTOR”

O DIVINO “ESCULTOR”


 Senhor,
eu sei que és “oleiro”,
que trabalhas o “barro mole”
da vida de cada um,
para poderes moldar,
aqueles que a Ti se entregam
de alma e corpo inteiro.

Mas,
Senhor,
comigo tens que ser canteiro,
partir a pedra dura,
que teima em resistir
às mãos tuas a esculpir.

Tens que insistir,
Senhor,
nem que seja até quebrar,
para depois juntar os cacos,
para reconstruir,
ressuscitar,
para que mesmo homem velho,
na vida e no ser,
pelo teu infinito amor,
possa então eu renascer.

Tanto me faz que haja dor,
dure o tempo que durar,
molda,
Senhor,
rompe e quebra,
em Ti me quero abandonar,
porque a minha fé  e confiança,
é em Ti,
e só em Ti,
divino e eterno “Escultor”!
Assim seja!


Até Breve
CM


Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.